CURSOS EM FOCO

  

ADMINISTRAÇÃO EM FOCO

O curso de administração tem como objetivo formar profissionais com uma perspectiva ampla e capazes de compreender as organizações e seus processos, sejam internos ou externos, capacitando os alunos para resolverem as adversidades que podem surgir, com conhecimento teórico-científico, estratégico, senso crítico e empreendedor.

Com uma formação multidisciplinar, que abrange as áreas de Finanças, Auditoria, Controladoria, Recursos Humanos, Produção, Marketing, Informação, Esportes, Promoção de Eventos, Administração de Materiais, Hospitalar, Hoteleira, Rural, Pública, Comércio Exterior, entre outras, é essencial que os estudantes conheçam bem qual será seu campo de atuação para que, desde a graduação, possam direcionar sua formação acadêmica.

Com um mercado de trabalho cada vez mais extenso, há uma grande necessidade de administradores com uma visão inovadora e conciliadora, articulados em propor mudanças e inovações rentáveis para as organizações.

Depois de formado, o estudante poderá atuar em empresas do setor público, privado, consultoria, área acadêmica e na criação de novas empresas.

 

PEDAGOGIA EM FOCO

Pedagogia é um curso superior de graduação, na modalidade de licenciatura e tem como principal objetivo formar professores para atuar na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental (até o 5° ano), além de qualificar profissionais para atuarem na gestão do sistema escolar.

O mercado de trabalho, para o pedagogo, ampliou seu ramo de atuação devido às transformações que estão ocorrendo na sociedade, levando este profissional a prestar seus serviços, não somente na escola, mas também nas empresas e outras instituições que necessitam treinar funcionários dentro de um processo de educação continuada.

Para alcançar o sucesso profissional, o estudante deverá buscar permanente atualização além da graduação como cursos de extensão, idioma, informática e pós-graduação.

 

ENFERMAGEM EM FOCO

De acordo com a UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro - a primeira Escola de Enfermagem no Brasil, surgiu no contexto do movimento sanitarista brasileiro do início do século XX, sendo criada pelo Decreto n° 16.300 de 31 de dezembro de 1923. Desde então suas modalidades vêm ganhando espaço na preferência dos estudantes que irão ingressar no mercado do trabalho, havendo para esses a possibilidade de atuarem em equipes de saúde, para diagnosticar as necessidades do indivíduo, da família e da comunidade, em que estarão exercendo suas funções.

O graduado como bacharel em enfermagem, tem como competências o planejamento, a organização, supervisão e execução dos serviços, trabalhos de consultoria, auditoria e emissão de pareceres e atividades ligadas à educação, além de  poderem atuar como professores em programas de saúde, na formação de técnicos e auxiliares da área.

Já a atividade básica do técnico consiste na utilização de procedimentos no acompanhamento, tratamento e recuperação da saúde individual ou coletiva, exercendo seu trabalho sob orientação dos profissionais de nível superior.

Como exigências legais da profissão, seja para educação superior ou técnica, é necessário o registro do diploma e registro no COREN -  Conselho Regional de Enfermagem, conforme disposto na Lei N° 7.498/87 que regulamenta o exercício.

O mercado de trabalho é sempre amplo e valorizado devido à demanda crescente de atenção à saúde que Brasil vem apresentando. Como campo de atuação estão os hospitais e instituições públicas a nível federal, estadual e municipal - através de concursos públicos e contratos específicos - hospitais particulares, clínicas, ambulatórios, centros de assistência á saúde, creches, asilos e empresas.

 

INFORMÁTICA EM FOCO

Em 1969, foi instalado no Brasil o primeiro computador eletrônico e, a partir dessa data, a aplicação das máquinas nos sistemas administrativos foi intensa, porém, prejudicada pela falta de pessoal especializado. Desde a década de 80 o crescimento desse setor foi surpreendente e as escolas foram criando cursos para acompanhar o avanço tecnológico, dando origem ao Técnico em Informática.

Durante o curso, o aluno é habilitado para realizar o desenvolvimento e a manutenção de programas e sistemas operacionais,seja na montagem e manutenção de equipamentos, seja na administração e manutenção de redes de informações.

O mercado de trabalho está em crescente evolução e o Técnico em Informática tem à sua frente um dos mais promissores campos de atuação, pois as empresas necessitam de profissionais cada vez mais especializados.

Formado, o estudante poderá atuar em setores que demandem desde sistemas computacionais ao desenvolvimento de programação para computadores e nas carreiras pública, privada e autônoma.

 

TURISMO E HOSPEDAGEM EM FOCO

O turismo é considerado, hoje, um setor capaz de gerar empregos, valorizar o patrimônio sociocultural da localidade, proporcionar o desenvolvimento das pessoas e suas comunidades, promover a economia e preservar o meio ambiente. Por essas razões o segmento tornou-se de grande relevância, sendo muito procurado no meio acadêmico, e para ingressar no setor a qualificação profissional é imprecindível.

De olho nos grandes eventos internacionais que ocorrerão no Brasil, como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, as instituições de ensino investem em cursos do segmento da hospitalidade e lazer objetivando uma formação de qualidade. Na educação superior, o destaque é para o curso de Turismo e no ensino profissional para o Técnico em Hospedagem.

Ambos os cursos possuem disciplinas com foco, humanístico, crítico e dinâmico, consciente da sua responsabilidade em colaborar com ações cidadãs, ambientais e éticas na construção de uma sociedade baseadas no desenvolvimento sustentável.

Depois de formado, o bacharel em turismo e técnico em hospedagem poderão atuar em instituições públicas como prefeituras, governos estaduais e federal, fundações autarquias, agências de viagens, empresas de transportes, companhias áreas, hotéis e pousadas ou empresas de intercâmbio e produtoras de eventos.

 

Secretariado Executivo em foco

A atuação do profissional de secretariado está regulamentada pelas Leis 7.377, de 30 de setembro de 1985, e 9.261, de 11 de janeiro de 1996, para auxiliar no desenvolvimento e trabalho contínuo das organizações em processo de conduzir informações, auxiliar nas atividades administrativas, planejar, coordenar e controlar tarefas, atender o público externo em reuniões e eventos, além de conduzir a organização de agendas e arquivos.

Além de cumprir com as demais funções pré-estabelecidas, visando alcançar produtividade, bem-estar dos trabalhadores e lucratividade.

É sabido que o sucesso de qualquer obra resulta do esforço de um trabalho coletivo. Entretanto, para o sucesso da profissão do secretariado, o reflexo da atuação de cada profissional é determinante para o reconhecimento, a valorização e a consolidação da profissão.

Daí a necessidade do profissional de secretariado estar sempre disposto a desenvolver um trabalho sério, profissional e de qualidade e, para isso, investir no aprimoramento do seu marketing pessoal e profissional, aproveitar as oportunidades de crescimento, ampliando horizontes, competências e habilidades.

No contexto atual, a velocidade das mudanças e os desafios impostos pelo competitivo mercado de trabalho exigem cada vez mais do profissional secretário condições para desenvolver tarefas em qualquer área da organização onde trabalha; ser capaz de realizar leituras das situações, diagnosticar e propor alternativas de solução; ter postura reflexiva e crítica, agindo como elemento facilitador das relações, para garantir a excelência profissional e, conseqüentemente, contribuir para que a organização atinja sua meta, a excelência organizacional.

Mercado: Com as responsabilidades exigidas pela profissão, a chance de encontrar oferta emprego se torna cada vez maior, fato comprovado empesquisas recentes que apontam a profissão de secretário executivo entre as três que mais crescem do mundo, embora no Brasil existam poucas instituições de ensino formadoras para a área de secretariado executivo.

Assim, é preciso que o “braço direito da gerência” esteja preparado para suprir e atender às expectativas que o seu trabalho dispõe; por isso, é recomendável que este profissional esteja bem capacitado para se ingressar na carreira. Vale lembrar que para ser um profissional de destaque é aconselhável que ele domine outros idiomas.

  

Proposital excelente sistema de Gerenciamento de Propostas comerciais. Possibilita a elaboração, envio e monitoramento da evolução das propostas. Com excelentes ferramentas visuais para esse acompanhamento. Saiba mais