Notícias

O legado do Mestre Athayde

O legado do Mestre Athayde

Sebastião Alvino Colomarte*

Nós últimos anos o Centro de Integração Empresa-Escola de Minas Gerais (CIEE / MG) vem passando por mudanças e modernizações em seus processos para melhor atender seu público-alvo - empresas, instituições de ensino e estudantes – e a atuação do professor Antônio Carlos Dias Athayde, tanto como diretor quanto como superintendente-executivo foi fundamental para a implementação de ações vitais para esse novo contexto da instituição. Uma questão pessoal interrompeu, no dia 30 de abril, o exitoso trabalho que o professor Athayde, carinhosamente chamado por muitos de mestre, vinha desenvolvendo na Superintendência-Executiva do CIEE / MG, mas o vínculo se perpetua com o legado deixado e as amizades conquistadas.

Conheci o Professor Athayde no ano de 1971, quando ingressamos na PUC Minas, aprovados que fomos para o vestibular para o curso de Letras, com ênfase em Português e Francês. Ali começou a nossa amizade. Formamos no ano de 1974 e cada um seguiu o seu caminho; ele ainda cursou Economia, Administração e Ciências Contábeis, enquanto trabalhava na Telemig/Telemar. Eu, como oficial da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) – era 1º tenente e ajudante de ordens do governador Rondon Pacheco - segui minha carreira fazendo os cursos profissionais da corporação.

Durante esse período continuamos a manter contatos.  Como um dos fundadores do CIEE / MG, e exercendo a função de superintendente-adjunto da instituição, no ano de 2002, apoiado por outros membros fundadores e superintendente-executivo, convidei o Athayde para integrar o quadro da Diretoria Institucional.  Como membro da diretoria exerceu os cargos de conselheiro fiscal, diretor secretário, vice-presidente e diretor-presidente.

Homem honrado e de muito valor, além de uma competência ético-profissional, Athayde é uma pessoa de muita sensibilidade humana. Admirado por ser amante do diálogo e pela habilidade de defender seu pensamento de que todas as dificuldades têm solução. Eu o comparo com a água, pois Athayde nunca recua de seus obstáculos e os contorna com tranquilidade.

Um mestre sempre compartilha suas virtudes com seus discípulos e muitas são as virtudes de Athayde: honestidade, bondade, humildade, serenidade, entre outras.  Assim como os seus valores: a existência do valor em uma pessoa não pressupõe obrigatoriamente a de um bem ou um objeto, seja material ou imaterial, que nele se encarna. Qual o sentido teria a solidariedade, a lealdade ou a amizade como valores se não existissem os sujeitos humanos que podem ser solidários, leais e amigos?

            No dia 1º de setembro de 2015, com o falecimento do professor Waldemar Dornas Pereira, membro fundador e então superintendente-executivo, o professor Athayde, como diretor-presidente da instituição, indicou para a Diretoria Institucional o meu nome como superintendente-executivo, que foi aprovado por unanimidade. Exerci o cargo por quase cinco anos e tive o integral apoio dele para a promoção de muitos avanços no CIEE / MG, tais como a reforma do estatuto, do regimento interno e do regulamento de pessoal; a modernização da infraestrutura da informática, adequação e reforma de espaços na sede do CIEE / MG como a entrada principal e as salas de aula para a ampliação do programa de aprendizagem; a reformulação do organograma com a estrutura organizacional; o desenvolvimento de um projeto de expansão com a criação de novas unidades no interior do Estado; as novas instalações da unidade de Juiz de Fora.

À frente da Diretoria Institucional do CIEE / MG, o professor Athayde articulou ações importantes em prol do CIEE / MG e que foram implementadas com êxito, dentre elas, merece destaque uma negociação com representantes do CIEE / SP para trabalhássemos, com independência e autonomia, o programa Aprendiz Legal em território mineiro.

Em dezembro de 2018 resolvi me aposentar e indiquei para a Diretoria Institucional, pedido prontamente aceito, o nome do professor Athayde para assumir a Superintendência-Executiva. No final do mês de abril deste ano, o Professor Athayde surpreendeu a todos da instituição: por motivos pessoais solicitou o desligamento de suas funções de superintendente-executivo do CIEE / MG, cargo que vinha exercendo com brilhantismo.

Sua passagem pela instituição e pela Superintendência-Executiva deixaram marcas indeléveis.  Ao Mestre Athayde, nossa eterna gratidão! Pelos excelentes serviços prestados à instituição, brevemente homenagearemos com o título de Presidente de Honra deste CIEE / MG.

Professor e Diretor-Presidente do Centro de Integração Empresa-Escola de Minas Gerais

Notícias relacionadas

O legado do Mestre Athayde Sebastião Alvino Colomarte* Nós últimos anos o Centro de Integração Empresa-Escola de Minas Gerais (CIEE …

Leia mais